quinta-feira, julho 05, 2007

- CONVERSA DE ELEVADOR...

Este post é em homenagem ao Lino, que abordou sobre esse assunto outro dia, e à Claudia Blue e ao Ricardo, de cujo blog eu "roubei" o nome para o título desta história.

Lá pelo final de 97, a Juliana estava com quase três anos, então resolvemos dar andamento a um projeto antigo. Uma loucura planejada que, em 28 de junho de 1999, passaria a se chamar Vanessa. Acontece que na primeira gravidez eu havia engordado 20 quilos. Aí, fiz um cálculo rápido:
meu peso na ocasião: 90 kg
+ aumento na gravidez: 20 kg
= total depois de 9 meses: 110 kg.

É, não dava... e por essa razão, marquei consulta com uma endócrino e em seis meses baixei o meu peso dos 90 que estava para 58. Ninguém me reconhecia mais na rua. Houve gente até que perguntava se eu era irmã da gorda. O Vagner e eu passamos a brincar com isso, ele dizia que havia me trocado pela cunhada (ah, só esclarecendo: eu só tenho um irmão, aquele do post da Laje).

Enfim. Um dia, Maridão e eu pegamos o elevador do nosso prédio. Como de costume, estávamos de mãos dadas, e aí entrou uma vizinha. Daquelas bem fofoqueiras, sabem como é? E ela me olhou de ponta a ponta, com a cara mais feia do mundo, virou-se para o Vagner e já soltou:
- Nossa, essa moça se parece MUITO com, a sua esposa, como está ela? Nunca mais a vi...
- Eu também não vi mais... - respondeu ele - ...e espero não ver, esta aqui é a irmã, e é bem melhor que a outra.
Gente... a mulher quase teve um troço, ficou branca como cera, e quando nós começamos a rir e ela me olhou de novo, percebeu que eu era eu e ficou completamente sem graça. E foi assim que virei caso do meu próprio marido...

MORAL DA HISTÓRIA: cuidado com o que você conclui, o desenrolar pode se tornar pior do que foi dito!!!

N.R.- Infelizmente nos últimos dois anos a irmã gorda de 90 quilos deu as caras de novo por aqui e está mais ou menos parecida com a imagem da Lu Fariassimpson, aí ao lado (*), apesar de maridão gostar dela de qualquer jeito.

Mas bem que planeja voltar à reeducação alimentar. Quem sabe até chegar a uns 65???

(*) avatar montado no site dos Simpsons, indicação da minha amiga Rê, do Objeto Abjeto.

20 comentários:

Claudia Blue disse...

UI... vc realmente deu uma boa emagrecida... o velocimetro baixou legal rsrsrsr,,, e a conversinha de elevador foi ótima sempre tem uma Dona fifi pra investigar né? mas vcs se sairam bem demais.. rsss quero agradecer peça lembrança do nosso humilde elevador rs.. beijo grandão e azul

http://noelevador.zip.net
http://nabolsadamulher.blogspot.com

Pepe Luigi disse...

Luciana,
Boa conversinha. Gostei.

Um beijinho
do Pepe.

naomi . disse...

eu ri da primeira vez que li e agora de novo, na versão ilustrada.
:oD

LIRIS LETIERES disse...

P� Lu, e eu que t� nos 70???????
Sra Bart Simpson em pessoa!
Marnumquerunemsab�!!
Vou mergulhar MERMU!!!!!!!!!!
Urruuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!
Mergulha, Lu! Mergulha!!!!!!!

disse...

hahaha, gargalhando ALTO com o post de pop pai! aimodeus, que tchuco que ele é! vou linkar lá! =]

oow, eu tbm sou irmã-gorda de mim mesma, mas desenhei-me gordita e fui 'censurada' pela melhor amiga, que brigou dizendo que eu estou gorda, não sou gorda e nada de me assumir e blablabla, ajsdhashdj. é fogo.
=]

Emerson disse...

me escangalhei de rir aqui! :-DDD

DO disse...

Rsssss,esta foi boa,LU.
Bom,o problema nem é tanto emagrecer ( claro que é dificil ),mas manter-se no novo peso é muuuito complicado. Tem que ter a tal chata da reeducação alimentar... e´aí,amiga,é que mora o perigo. Ficar sem pizza,massas,chocolates...
Não dá!!!!

Rsssss

Beijos!!

luma disse...

hahahaha coitada da vizinha!! De 90 para 58 é quase dividir-se ao meio!! Vou lá fazer a minha versão simpson!! Bom fim de semana!! Beijus, Luma

Elza disse...

Ahh eu daria tudo para ver uma cena dessas!!!
Eu adoro aprontar com mete o bedelho na minha vida!!
ótima resposta do maridão!
ahahahahah..
bom final de semana!
=]

Mel disse...

Luciana, pelo amor de Deus, me manda a tua dieta!!!!
:)

maray disse...

Sucesso na tua reeducação. Eu sempre fui magra mas ao chegar na menopausa me vi com o colesterol nas alturas. Daí o médico me tirou tudo que eu gostava - pizzas, embutidos, bacon, salsicha, pão e gordura em geral - só não me tirou o marido que teve que aguentar meu mau humor. E eu sei que é pra sempre essa "reeducação". Dói, mas aguentar o congresso brasileiro é pior, pode acreditar!
beijão

Angelina disse...

nossa geeeente que situação! parece até coisa de filme kkkkkkkkkkk!

Vivien disse...

história ótima, como sempre.;0)

PULCHRO disse...

É um filme? Cada história ótima que leio aqui!
=)

Morcego disse...

Oi Lulu
Chorei de rir com a história... Queria ter visto o ocorrido. Eh...Eh...Eh...
Hum, perder peso melhora a qualidade de vida, alivia coração, rins, etc e etc. Vale o esforço.
Bom hora de voar por aí.
Um dia super show, com bons ventos e ótimos vôos para a família toda.
Um grande e fraterno abraço.

Claudinha disse...

Oi querida! Total apoio procê, mas o importante é que papai desenho gosta docê assim do jeitin queocê é! Porque ama não só oo f´sico mas a essência! Beijos!

Edson disse...

Lu, a sua família é muito divertida!!!
Bjks

Karina disse...

Hilário! :D
Além de sofrermos com nossa reeducação alimentar ainda temos q aguentar os malas q adoram palpitar sobre como emagrecemos ou engordamos. Só com bom humor pra aguentar esse barulho. rsrsrs
Bj!

Alex Costa disse...

Ficou de mais!
Manda lá para o IFTK para vc fazer parte da turma também, isso se vc já não mandou.

Abração

Lu disse...

Ficou legal! Depois quero fazer o meu pelo Simpsonize-me, dizem que é mais preciso. :)