sábado, março 08, 2008

MULHERES DA MINHA FAMÍLIA

Tia Lucília. Irmã de meu bisavô. Esquisita toda a vida, chegava na casa dos outros dizendo: "Estou chegando, mas já estou indo embora. Posso tomar um pouco da sua água?" A bolsa ficava sempre debaixo do seu braço, "para não ter perigo de alguém roubar". E sempre com a etiqueta da loja, porque afinal ela nunca sabia se um dia iria devolver a bolsa ou não. Tia Lucília, nascida ainda no século XIX, se formou professora, em uma época em que poucas mulheres estudavam. E sempre esteve disposta a custear os estudos dos parentes que não tinham condições financeiras para tal.

A história da minha família é toda assim, formada de mulheres excêntricas e ao mesmo tempo de fibra. As que foram donas-de-casa, sempre deram retarguada para que a família pudesse crescer, como a minha bisavó Carolina que, apesar de analfabeta (meu trisavô italiano não a deixou aprender a ler para não ter perigo de receber carta de amor), criou muito bem os seus seis filhos, incluindo a minha avó Amélia, que sempre cuidou da administração da casa de meu avô e cantava que Amélia era mulher de verdade. Ou a minha bisavó Núncia, que ajudou a segurar a família quando o marido perdeu toda a fortuna das fazendas de café. Bisavó dos santinhos, tinha um para cada filho, e uma Nossa Senhora que ficou gasta de tanto ser rezada na revolução de 32, quando os três filhos homens foram lutar. Todos voltaram. Essa minha bisavó uma vez deu uma bronca na mamãe por causa de sua minissaia. Segundo ela, estava muito comprida, onde já se viu usar saia na altura do joelho se todo mundo usava mais curta? Ou ainda a minha avó Lucy, de todas a mulher mais organizada que eu vi na vida, que às dez da manhã já estava com a casa toda arrumada e de batom na boca. Ela foi a avó dos provérbios, como "Quem usa, cuida" ou "se você só tiver que falar mal de alguém, então não fale!"

Minha mãe é um capítulo a parte. Eterna moleca, que nos faz rir a qualquer momento. Mulher que para pensar precisa falar antes e troca tudo. Que, quando o meu pai precisou de ajuda, trocou a profissão que exercia pela contabilidade, e aos quase 40 anos voltou pra escola para se formar contadora. Para fazer dupla com ela, só mesmo a minha sogra, Gil, que veio da Bahia aos 16 anos e conseguiu sustentar os três filhos costurando pra fora. Fala o que está pensando, e é dona de uma gargalhada única, que consegue desbancar até a da minha mãe. E, contrariando clichês sobre sogras de filhos, as duas se deram sempre muito bem.

Essas são algumas mulheres que fizeram de mim e de minhas filhas o que somos hoje. Mulheres brasileiras, que lutaram e ainda lutam por um futuro melhor. No dia de hoje, nesse movimento pela valorização da mulher brasileira, o meu primeiro pensamento é para elas...

------------------------------------
O EEEPA hoje está participando do MEME "Pela valorização da Mulher Brasileira", tema proposto pela Meire e pela Lys. Também estarei participando no meu outro blog, o "Cantorias".

19 comentários:

André L. Soares disse...

Mulheres merecem um mundo mulher, hoje e sempre!

O problema dessas datas específicas é que fica tudo muito restrito e ligado, geralmente, a consumo, fazendo também parecer que, no restante do ano, o tema volte ao esquecimento. Dia da mulher é todo dia, assim como todo dia também é dia do trabalhador, dos país, das mães etc.

As mulheres, em quase todo o mundo, e especialmente no Brasil, ainda vivem em condições de franca desvantagem, subjagadas a um paternalismo injusto e cruel.

Gostei do seu blog. Voltarei para ler mais.

Grande abraço!


André L. Soares
.
.
.



E minha postagem nos Gritos Verticais, apesar de estar já desde o dia 5, também é em homenagem à mulher:

http://poemasdeandreluis.blogspot.com/2008/03/ultimato.html

É um poema que traduz uma reflexão muito comum entre as mulheres. Por favor, insira meu blog na lista da blogagem coletiva.

ViviMaia disse...

Olá Luciana
Tudo bem?
Que lindoh seu post
farei um tbm para o meu
=]
acho que as mulheres precisam cada vez mais serem valorizadas e acho que essa ideia de valorização não pode se perder, eu vejo por algumas emninas da minha idade, que não pensam em si, se desvalorizam, tenho medo de perdermostudo que até hoje foi conquistado. Mas espero que isso não acinteça
=]

Feliz dia das mulheres e parabéns pela mulherque você é
Beijos

Silvio Moura _ pulcro disse...

Hoje é um dia que sinto falta de uma grande mulher na minha vida. Minha mãe.
Estamos muito distantes.

Adorei a história da sua tia. Dar um ótimo personagem.

Parabéns pelo teu dia ;)

Kenia Mello disse...

Eu também! Eu também! \o/

beijos e viva nós!

Henrique Felippe disse...

Parabéns pelo dia internacional da mulher. O post é completo e original... destaque também para idéia da lista...

Concordo com o que o André disse no primeiro post... é limitar demais a taxativa: Data comemorativa.

Parabéns pelo espaço, voltarei mais vezes...

Ótima noite...
Henrique
Vai Vendo...
http://henryfelippe.blogspot.com/

Gabriela disse...

oi lu!
lindo post.
a mulher é maravilhosa.

fiquei sumida por conta de muito trabalho e também porque agora entrei na faculdade. estou cheia de resoluções para o resto de 2008. :)

e na sexta-feira, todos os garotos da sala se reuníram na frente da lousa para desejar feliz dia das mulheres adiantado e presentearam todas com um bombom. foi uma linda homenagem.

enfim, agora estou de volta. e com template novo! :)

beijos e feliz dia das mulheres.

Carol Helena disse...

Eu venho de vez em nunca, mas venho!
Lindo texto, embora discorde sobre a comemoração. Fica parecendo que os outros dias todos são dos homens, e pior, esse ano que é bissexto eles ainda ganham um a mais! :S
Beijo!!

Claudinha disse...

Querida amiga,que delícia conhecer as excentricidades de sua família. Todos nós temos uma história de vida parecida,só mudam os endereços, não é mesmo? Recebi a visita do seu papai desenho e adorei! (não a do papai da Vanessa, a do papai da Lu). Fui lá conhecer as coisas do JF e já linkei!
Parabéns pela mulher que é, pelas que forma e pelas que formaram seu caráter! Beijos!

Scliar disse...

Gente, tem frases M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S no seu blog. A historia de nao deixar aprender a ler para nao ler cartas de amor sintetiza todo um sEculo de ciumes. E a da sai que esta muito curta? isto sim é que é ser vanguarda. Amei cada ponto e virgula. Verdade que muitas delas são o retrato das mulheres de jornada dupla, tripla e quadrupla que falo la no meu blog. Mas deixa isto pra la. Faz parte da vida, que deve ser vivida... Bzus mil

Nadezhda disse...

Sei mais das histórias masculinas do que femininas da minha família. Essas histórias se perderam em algum momento em que era criança. O que é uma pena.

Um pouco atrasado, mas Feliz dia das Mulheres pra você!

PS: Linkei seu blog, tudo bem?

Beijo ;)

luma disse...

Foram essas mulheres de luta e fibra que nos deixaram em situações mais confortáveis para enfrentar o mundo. A nós, cabe seguir na luta não decepcionando a nossa estirpe!!
Boa semana! Beijus

DO disse...

pOIS eu achei linda a homenagem que vc fez a elas,LU.
Familiares,realmente,de muita fibra.

Beijos!!

Ah,parabens pela divulgação da blogagem coletiva. Colocar todos estes links deve ter dado um trabalho enooooooooooooorme,hehehhe

Meire disse...

Mulheres de fibra, mulheres de valor, que merecem toda a nossa homenagem.
Um beijo Lu e obrigada pela participaçao.

meire

ViviMaia disse...

Parabéns mesmo a todas as mulheres, a todas nós
\o/


Hahaha, foi a primeira coisa que me veio a cabeça quando pensei em add o link do blog do seu pai...
Ele é o vô do EEEPA!!!
ahuahauaha
que bom que você gostou.


Beijos

young vapire luke lestat news disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
elisabete do encanto disse...

mUITO BOM!!

PARABENS!

APARECE

elisabetecunha.wordpress.com

Marco disse...

Ah, Luciana... Leio esse seu monte de avós e penso que eu não tive nenhuma, minhas avós materna e paterna já tinham subido pro céu quando eu nasci. Tenho essa falta na minha constituição mental: falta de avó para me mimar, me defender das broncas da minha mãe, me paparicar com comidinhas...
Pelo visto, você é parte de uma linhagem de grandes mulheres. E isso é motivo de orgulho. As suas meninas certamente darão prosseguimento à esta estirpe de guerreiras da luz. Parabéns. Também escrevi sobre as mulheres, mas foi por iniciativa própria, não por conta da blogagem coletiva. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

universodesconexo disse...

Ah... que post mais bacana Luciana. Da ate gosto de ler sobre essas mulheres de fibra, excentricas e que muitas vezes estavam a frente de sua epoca. E quer retrato mais fiel para a mulher brasileira ?

Otima participacao a sua ! Estao de parabens voce, suas filhas e todas essas mulheres maravilhosas que fizeram ou fazem parte de sua vida !

beijos
Lys

Vivien Morgato : disse...

eu participei,pode me linkar,....rs.....o post se chama "sister1".;0)

morri de rir,adorei,adorei como sempre.

beijocas.