segunda-feira, agosto 20, 2007

O DIPLOSCÓPIO

Sim!!! Finalmente chegou o dia que você estava esperando!!! Instrumento de tortura??? Dispositivo para visão binocular??? Bem, na verdade quem respondeu uma das duas opções acertou. (a Claudinha disse que era um conjunto de lentes. Também estaria certo, mas como o meu post vai falar sobre outra coisa, então essa opção está descartada. Desculpa, Clau!). Então, vamos lá...
DIPLOSCÓPIO - Aparelho usado para o controle da fusão das imagens na visão binocular. Também apelidado de DOG, ele é usado para tratamento de estrabismo (vesguice) e vista cansada. Como se pode ver na figura 1, há duas placas em cima de uma haste, sendo que há uns furos na primeira. Aí você é obrigado a apoiar esse troço no nariz, conforme a figura 2 aqui ao lado e ficar olhando através desses furos, até o momento em que passa a ver três furos no lugar de dois, e a palavra DOG através deles, conforme a figura 3. Daí o porquê da opção "instrumento de tortura" também ser válida: além de você ficar zuretinha depois de um tempo (veja figura 4), ainda há o mico de ficar na frente de todo mundo segurando esse aparelho no nariz por uns dez minutos.
Bom... mas você esperou desde a semana passada para saber sobre o que eu estava falando. (Bem feito, quem mandou não imitar a Ciça e ir procurar lá no Google?) E agora está pensando com os seus botões: mas afinal por que cargas d'água essa doida está falando sobre um diploscópio??? E a doida aqui explica. É que aqui que começa a historinha de hoje e, se você já chegou até aqui, tenha um pouco mais de paciência e leia o resto, ok???

A minha mãe, antes de se juntar nos caminhos contábeis com o meu pai era uma ortoptista. Uma-o-quê??? OR-TOP-TIS-TA. Alguém que trabalha em uma clínica de olhos. Que, por sua vez, é um lugar onde você vai fazer exercício para os olhos, para vista cansada ou estrabismo. Eu adorava ir pra lá nas férias, porque havia todo o tipo de gente para se conhecer, conversar, e na época das aulas, a mamãe sempre vinha com as histórias da época do consultório. Como essa da cliente e o diploscópio. Bem, se uma pessoa segurando um DOG na posição correta já é estranho, imagine então alguém o segurando ao contrário. E a minha mãe entra na sala de exercícios e a mulher está com o aparelho na seguinte posição:
Após um pequeno momento onde a mamãe foi para a sala de espera e teve o inevitável ataque de riso (na frente de clientes que não entenderam nada do que estava acontecendo), ela finalmente se controlou e foi explicar à cliente meio desligada:
- Escuta... não é bem assim que se segura, sabe??? Você tem que virar ao contrário.
E a cliente, que era daquele tipo que faaaaaaaaala devagaaaaaaar:
- AAAAAHHH... por isso que eu não estava enxergaaaaando naaaaada... Saaaabe? Eu sou muuuuito distraííída... Outro dia eu disse pro meu marido: "Ô mariiiiiiido... eu acho que tô ficando ceeeega, eu não tô enxergando naaaaada." E ele me falou assim: "Ô mulheeeeeeer... deixa de ser buuuuurra... você não vê que está usando dois óculos???"

(sim, esse caso ficou famoso lá em casa...)

14 comentários:

Karina disse...

Ai, ai. Acho q eu poderia perfeitamente estar no lugar dessa mulher, distração anda sendo meu nome do meio. rsrsrs
Então Lu, não sei como ainda não tinha ouvido mais do Renato Teixeira. E o mais bacana é q maridão tbém se encantou depois q viu uma participação dele no Pontapé Inicial, semana passada. Enfim, nos interessamos na mesma semana e de forma independente.
Se puder me dar uma dicas das suas preferidas, vou adorar, assim já vou saber por onde começar.
Bjs carinhosos!

Claudinha disse...

Hahaha, tem gente muito distraída mesmo querida! Gostei de saber, embora tenha feito alguns tratamentos para corrigir um leve estrabismo (que continua aí), não me lembro deste aparelho. beijão!

Alê Barros disse...

Rindo aqui...

Lu também é cultura, e claro, sempre me faz rir com as histórias do passado...
Mas eita que mulherzinha mais atrapalhada né???? Parece até alguém que conheço...rsrs
Beijão flor e linda semana.

DO disse...

Rssss,gente do céu!! Fico até com dó de gente assim,sabia. Mas é inevitavel dar boas risadas,heheh Mas eu nunca podia imaginar que existia este tipode coisa,LU

Beijos!!

Luma Kimura disse...

Hahahahahha! Ai, Lu, cada história mais hilária! Adoro principalmente o jeitinho descolada que você tem de contá-las! :D
Mas bem que eu facilmente poderia estar no lugar da mulher aí, distração e mico em público é comigo mesma!

Beijinhos!

Cris disse...

Ah, eu não sou distraída!!! Tá bom, vai, só um pouco... rs
Vixi, esse trem aí é muito louco... Nunca tinha nem sonhado com algo assim...
Lu, é hilário como essas coisas sempre acontecem com vcs!!!
Beijos

Magro disse...

Bom dia Luciana. Ah! Então é pra iso que serve o tal DIPLOSCÓPIO ? Eu ate achei no São Google, mas não entendi praque servia... É sou burrinho mesmo.
Quanto ao "causo", dei risada com ele, fiquei imaginando a mulher...vich!

Lunna disse...

Ha ha ha ha ha...
Enquanto lia lembrei do Marco, ele troca de óculos de tempos em tempos por causa de uma pata (São Patricão) que tem uma patinha tão levinha que sempre entorta a perninha do óculos e ainda não inventaram um óculos a prova do Patrick.
Agora que sei que sua mãe tem experiência na área, quem sabe ela não dá um jeitinho nisso. Alguma idéia miracolosa...
Sei! Beijos Lu
(Tõ eu aqui rindo atoa...)

Yvonne disse...

Lu, são espirituosas demais as suas histórias. Estou aqui morrendo de rir. Ler o que você escreve é certeza de que ganhei o meu dia. Essa foi demais. Beijoca

luma disse...

hahahaha me coloque no lugar da mulher! Apesar de ser distraííída, não sou faaaaaaaaala devagaaaaaaar, até apressada demais!
Fiz um exercício parecido com esse - a sua mãe deve saber - era um cartãozinho com bolinhas vermelhas de um lado e azuis do outro - 3 bolinhas, pequenas, médias e grandes - o exercício consistia em colocar na ponta do nariz e tentar fundir, formando bolinhas pretas. Complicado? Nem tanto, eu queria parar de chorar até em filme alegre - tinha que fortalecer os músculos ópticos. Esse cartãozinho passou de mão em mão na rua de casa e quando voltou, eu quase que virei uma bolinha negra. Isso sim que foi complicado!!
Ah! Você me fez rir e lembrar de um episódio da minha infância.
Beijus

Srta Klis disse...

Oieee... Sou nova no BlogSpot!!
Amei sei Blog.. vc escreve coisas mto interessantes =D
Parabens!!
Qdo puder da uma passadinha no meu
ainda tô ajeitando!!
Bjaum

Luciana Farias disse...

...e quem disse que eu não sou desligada, também??? :-)))

Ciça Donner disse...

Tadinha da mulher Lu... ela nao tem obrigacao de saber a posicao certa. o fato dela nao está vendo nada, e o exercicio nao funcionar nao significa muita coisa

tekka_louka disse...

�EEEEEEEE ESSA PARADA � MUITO BOA.
GOSTEI MUITO DO SEU BLOG.